Fale Conosco

RANDOM: Permite que faixas e discos (no caso de alguns CD-Changers) sejam reproduzidos de forma aleatória.

REAL FLAT: Quando a tela do televisor é 100% plana.

RECEIVER: Equipamento de áudio que integra receptor AM/FM, pré-amplificador e amplificador estéreo. Possui saídas para caixas acústicas e apenas entradas de áudio (toca-discos, CD, etc.).

RECEIVER A/V: Similar ao receiver, porém com entradas de vídeo e processador/decodificador Dolby Pro-Logic, Dolby Digital ou DTS.

RGB: Conexão que possibilita interface entre um computador e um televisor. É considerada analógica e permite, no máximo, 1080 linhas de resolução.

REFLEXÃO DO SOM: Propriedade físico-acústica que consiste no rebatimento da onda acústica quando ela encontra um obstáculo, como uma parede, por exemplo.

RELAÇÃO SINAL RUÍDO: Valor que quantifica em decibéis a proporção entre o sinal de áudio ou de vídeo e o ruído de fundo, como chiado (áudio) ou chuvisco (vídeo). Quanto maior o número, menor o ruído presente no sinal de áudio ou de vídeo.

REPEAT: Função utilizada para repetir uma faixa, um disco, todos os discos (no caso de alguns CD-Changers) ou ainda faixas programadas.

RESOLUÇÃO: Refere-se à capacidade oferecida pelo projetor de reproduzir imagens com melhor qualidade. As principais resoluções são, SVGA (a mais comum), XGA, SXGA e UXGA (a mais sofisticada). Normalmente o aparelho com resoluções superiores é compatível com as resoluções inferiores. Exemplo: Um aparelho SXGA oferece compatibilidade com as resoluções XGA e SVGA. VGA (Matriz Gráfica de Vídeo), introduzida em 1987, foi o primeiro cartão analógico. Oferece maior resolução do que EGA: 640 X 480 pixels para artes gráficas e 700 x 400 pixels para texto e uma paleta de 256 cores. VGA também pode emular EGA e CGA. Super VGA: concebido por VESA em 1989, oferece uma resolução de 800 X 600 pixels. Extended VGA: introduzido por VESA em 1991, oferece a mais alta resolução de 1024 x 768 pixels (não-entrelaçados) e uma taxa de renovação um pouco mais alta do que XGA8514A da IBM. Adaptadores gráficos de alta qualidade: introduzidos nos últimos três anos para estações de trabalho profissionais oferecem altas resoluções de 1280 x 1024 até 1600 x 1280, freqüências de linhas horizontais até 90 kHz e larguras de banda até 200 Khz.
A menor distância na tela entre dois pontos fósforos da mesma cor. Quanto menor a densidade de pontos, tanto melhor a resolução do monitor.

RESOLUÇÃO HORIZONTAL: Medida expressa em linhas e que representa o grau de nitidez das imagens gravadas ou reproduzidas por um equipamento de vídeo. Quanto maior o número de linhas, maior a resolução.

RETROPROJETOR: Aparelho de projeção em que o conjunto de tubos fica atrás da tela. O nome normalmente é dado aos televisores de grande porte, também chamados "TVs de projeção". Ele traz um projetor que emite raios para um espelho que, por sua vez, os projeta para a tela. O preço é bem menor que o das TVs de plasma e LCD. A tecnologia "progressive scan", que dobra o número de linhas de resolução, e garante uma melhor qualidade de imagem. Veja a ilustração.

REVERBERAÇÃO: Ato das ondas sonoras se refletirem nas superfícies e retornarem praticamente com a mesma energia, resultado numa sobreposição de vários sons com pequenas defasagens no tempo. O excesso de reverberação torna o som ruim.

RF: Nome dado aos sinais de rádio e de TV. Abreviatura de Radiofreqüência. Tipo de onda de freqüência elevada e inaudível ao ouvido humano, sendo a freqüência utilizada nas emissões de radiodifusão como portadora da faixa de áudio. A faixa de R.F. em onda média (AM) vai de 540 a 1.600 kHz, e em FM, de 88 a 108 MHz.

RUÍDO: Nome dado às interferências, como os chiados, que comprometem a qualidade do som. Nos produtos de vídeo, refere-se às interferências visíveis na tela, como os chuviscos.